Adaptando-se Para Sobreviver no Forex

Tempo de leitura: 4 minutos

Adaptando-se Para Sobreviver no Forex

Já puxamos esse assunto por aqui quando falamos nas mudanças de cenário no Forex, mas hoje quero trazer para vocês a visão do momento que vivemos no Forex construída a partir de um seminário na internet que participei recentemente.

Fica muito abstrato quando falamos que o mercado de Forex está sempre em mutação. De fato, operar diariamente ao mesmo tempo em que tenta se adaptar parece sempre uma daquelas missões impossíveis em que se tem que trocar o pneu com o veículo em movimento.

Mas alguns números podem tornar não apenas sua vida mais fácil como também clarear sua mente para o que é essa mudança e como você pode adaptar o seu arsenal de trader para encarar isso numa boa.

Os Recordes Negativos do Forex

Primeiro vamos a alguns números.

Especialmente esta semana, vários pares importantes apresentaram resultados inusitados e impactantes no que diz respeito à faixa de variação de pips entre a mínima e a máxima em uma mesma sessão de operação. Ela foi a menor em muito tempo. Entre elas:

  • EURUSD, 131 pips, a menor desde 20 de julho de 2007;
  • GBPUSD, 109 pips, a menor desde 29 de março de 2002;
  • USDCHF, 103 pips, a menor desde 25 de maio de 2007;
  • NZDUSD, 97 pips, a menor desde 15 de janeiro de 2010.

fonte: forexlive.com

Veja o quadro completo aqui:

variacao-pips-12-semanas-forex

Observem que a média de variação semanal para as últimas 12 semanas foi de 254 pips no EURUSD e de 247 pips no GBPUSD. Ambos os pares tiveram um desempenho sofrível em comparação a essa métrica, mas será que os resultados apresentados estão destoando do mercado como um todo?

 É claro que em meio a uma “crise” sempre existem aqueles ativos que apresentam uma ascensão. Mas tomemos novamente como exemplo o principal par, o EURUSD, e vamos analisar a imagem abaixo:
variacao-diaria-pips-forex-eurusd
 Média Diária de Variação de Pips por Ano no EURUSD
A tabela começa em 2000 e vai até meados de 2012.
Observem o crescimento vertiginoso da variação média diária de pips em 2007 até 2008, quando sabemos que estourou a crise do Sub Prime. De quase 200 pips, mergulhamos de volta ao patamar aproximado de 2004 e descendo.

Analisando os Números

 Isso tudo significa (e implica) uma mudança brusca de postura dos traders do mundo inteiro. Postura que se reflete nos gráficos que costumamos operar no dia-a-dia.

A primeira coisa é a aversão ao risco. Após a crise de 2008, a dura lição foi aprendida. Milhares de pessoas faliram no mercado e quem sobrou ou chegou depois da festa passou a evitar manter grandes posições por períodos longos.

Pegue seus gráficos e volte no tempo. Até 2010 as tendências eram mais duradouras e consolidadas, e poucos eram os suportes e resistências que seguravam o preço.
Era muito melhor investir em operações de rompimento e bastante saudável manter posições abertas com mais do que 200 pips de lucro.

Isso acabou. Pelo menos temporariamente. Opera melhor quem “aposta” nas reversões, principalmente nos gráficos de tempo maior que têm apresentado excelentes pontos de reversão, com suportes e resistências poderosos.

Como sempre, isso não é uma regra imutável. Apenas uma sugestão baseada na minha vivência diária do mercado. E certamente isso não é para sempre senão o nome do “jogo” não seria Forex.

Como Encarar a Mudança no Forex

Você deve estar pensando: Meu Deus, e agora? Ficou muito mais difícil lucrar!

Não vamos nos desesperar ainda porque a verdade é que é bem ao contrário. De certa forma, ficou mais fácil operar. Antes que me atirem pedras, não estou afirmando que é fácil. Apenas percebo que operar como eu faço, usando o price action, se tornou mais simples.

Vamos pensar a respeito disso. Se temos menos pips na mesa é sinal de que o mercado está mais “calmo”, reagindo um pouco menos aos relatórios, por exemplo. Isso reduz o nosso risco e torna as operações mais simples de gerenciar.

 E se os suportes e resistências estão sendo mais respeitados é sinal de que o mercado ficou mais previsível, e isso é praticamente tudo o que um trader deseja de Natal. Se você fez o dever de casa, a leitura correta do mercado, então conseguirá identificar pontos de suporte e resistência bem lucrativos.

E um vez feito isso basta aguardar. Nada de ficar horas na frente do PC. Essa simplicidade do mercado se reflete em todos os time frames.

Mais ansioso para sair logo do mercado? Opere no M5, M15. Querendo ter mais tempo entre uma tomada de decisão ou outra? Opere no H1, ou no gráfico de 4 horas ou no gráfico de 8 horas e veja a diferença. Para alguns é entediante, rs, mas creio que para muitos será libertador.

Este é o momento perfeito para você desenvolver seu método e aprender Forex com tranquilidade!

Não desperdice a oportunidade. Faça melhor: adapte-se e sobreviva no mercado. Ao menos por enquanto pois em breve tudo pode mudar.

 

logo academia de forex