10 Principais Erros do Trader

Tempo de leitura: 3 minutos

gráfico de forex em queda10 Principais Erros do Trader

Trouxe para vocês a reprodução de um texto escrito por Leandro Martins, que é analista chefe da Walpires Corretora e autor do livro “Aprenda a Investir”.

Em várias outras oportunidades já abordamos o tema sobre psicologia do operador, tal é a importância do mesmo para aqueles que querem viver do mercado.

O texto a seguir é voltado para o mercado de ações, mas certamente são ensinamentos universais sobre equívocos que os traders cometem em qualquer mercado.

Todos gostam de se orgulhar dos acertos, mas e dos erros? Alguém fala sobre isso ou reflete sobre eles para melhorar como investidor? Confira os erros mais comuns que os traders cometem no mercado para poder evitá-los. 

Quem começa a operar no mercado costuma cometer certos erros constantemente. Explicados principalmente pela psicologia, esses erros precisam ser identificados e controlados para que, após evitá-los, se consiga resultados positivos e constantes. 

Os principais erros são: 

1) Pressa nas operações: muitos investidores aplicam todo o capital em ações e acabam pagando o pedágio do aprendizado, com as perdas iniciais. Existem simuladores que proporcionam experiência ao investidor sem tais perdas iniciais. Em seguida, é recomendável um aumento gradual da exposição em ações.

No Forex: temos as contas demo e mesmo as contas reais com baixo valor e alto controle da volatilidade. Use e abuse dessas opções

2) Falta de humildade: o operador lê dois livros de análise gráfica e acha que já sabe tudo.

No Forex: o trader acha que o primeiro sistema com indicadores vai resolver o seu problema. E daí migra para outro, e para outro, e para outro…

3) Excesso de otimismo: considera que, com toda a certeza, a operação será lucrativa.

No Forex: 30% ao dia e 100% ao mês são as expectativas irreais que os traders alimentam.

4) Falta de disciplina: contagiado pelo excesso de otimismo e vencido pelo fator emocional o investidor não utiliza o “stop-loss” (parada de perda). 

5) Ausência de metodologia: mudanças constantes na forma de operar e dos indicadores utilizados. 

6) Informações em excesso: o investidor procura ter conhecimento de todos os dados disponíveis, o que provoca muita confusão. 

7) Viés de confirmação: com acesso a muitas informações, o investidor tende apenas a reconhecer as informações que estariam de acordo com seu posicionamento. Por exemplo, em posse de ação em forte tendência de baixa e que apresenta alto prejuízo, o investidor despreza novas notícias ruins sobre o papel, caso consiga encontrar pelo menos uma positiva. 

8) Comprar na alta: atraído pela euforia do mercado, o investidor compra, quando a análise gráfica poderia alertar que a ação já estaria para entrar em momento de reversão, pois subiu demais no curto prazo. 

9) Vender na baixa: apenas após consecutivas quedas, e contagiado pelo pânico, o investidor vende com grande prejuízo. Isso justamente no momento de uma reversão para uma alta, já que nessa hora acabam os vendedores. 

10) Excesso de ganância: atraído pela ganância, o investidor assume maiores riscos em operações extremamente alavancadas como no mercado a termo e de opções, onde poderá perder tudo e até mesmo ficar extremamente endividado.

E aí, você consegue enxergar algum erro que já cometeu no mercado? Aposto que sim, não é mesmo?

Até a próxima!

forex-homem-comendo-biscoito-1200x800v